quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Felicidade.

Vontade de escrever. Não sei o que, não sei pra que e muito menos o porque. Então eu pessoa muito ‘bem’ resolvida, resolvi nessa terça-feira dia 25/01/2011 justamente um mês depois do natal, colocar o meu amado CD do Jack Johnson pra tocar. Sentei-me em frente ao computador á luz de um abajur artesanal, um litro de água e um pacotinho de chicletes Trident de hortelã. Sem ideia nenhuma, porém com uma louca vontade de escrever sobre tudo e todos ao mesmo tempo. Eis que no meio de conversas no MSN, e telefonemas de novas amizades, descubro o porquê da vontade de escrever. Eu estava mesmo era querendo gritar a FELICIDADE em palavras que não se encaixam, e nem fazem sentido, pelo simples e belo fato de que a felicidade não se deixa ser traduzida ou transmitida por palavras, mas sim por atitudes. Boa Noite!

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Amor!


Você sonha com ele o idealiza de uma forma ÚNICA e especialmente bela.
Quando na verdade o amor pode ser tudo e muito mais que tudo. Por amor nós percorremos o mundo conhecendo muitas outras formas de amor.
Quando se ama tudo vira romance, a chuva de simples chuva passa a ser sinônimo de saudade, um dia de sol pode ser um encontro inusitado em uma das muitas curvas da vida. Um simples encontro com os amigos pode ser traduzido como: Demonstração publica de afeto super valorizado...
Um sorriso bobo, as mãos entrelaçadas, abraços sinceros, união sincera, amor sincero. Sincero simplesmente sincero como o AMOR deve ser!